quinta-feira, 28 de junho de 2007

Indiferença


Não aceito isso

Essa indiferença da sua parte

Um dia me ignora

No outro me idolatra

Diz que me adora

Que tá com saudades

E quando me vê

Me abraça

Me beija

E faz de conta que me quer

Mas durante dias some

E a duvida me persegue

Como sempre perseguiu

E eu sem ação

Só espero

Sem agir

Pois quando o faço

Você ignora da mesma maneira

Será que você é capaz

De se importar um pouco comigo?

De parar de me ignorar?

Ou de simplesmente fingir

Que se importa com minha existência?

Mas não quero isso de vez em quando

Sua importância deve ser constante

Eu a quero sempre

E pra sempre!

4 comentários:

Bion disse...

olá!

Tem uma coisa pra ti lá no meu blog... dê uma conferida!

bjs

Rafael Barbosa disse...

Poxa, acho que é normal das pessoas dar uma sumida as vezes, mesmo quando queremos que elas se importem com a gente o tempo todo!

bjo

ta linkada tbm!

Murielle disse...

adorei....
muito lindo seu blog.


bj
;*

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado