quinta-feira, 5 de julho de 2007

Boa Aluna!


Já comecei a rever os tais valores

E ontem, ao conversar com você

Vi que estão dando certo

Tudo bem que toda aquela excitação

Ao te ver, ou apenas ao 'teclar' com você

Ainda existe

O coração ainda bate mais forte

Minhas mãos ainda suam

E eu ainda tremo, na frente do computador

Mas eu to aprendendo a te falar 'não'

A não ceder aos seus desejos repentinos

E ao te ignorar

E te tratar com toda aquela indiferença


Sem falar nas famosas indiretas

'espero que seja feliz no namoro'

'Não, agora você não pode mais, você namora'

Tudo bem que, eu sei que quando te ver

Vai ser difícil falar o mesmo 'não' das conversas

Mas já é um bom começo


Quem me ajudou

Para que essa revolução [ que eu chamaria até de evolução!]

Dentro de mim ocorresse?

Você

Você que está me ensinando a te esquecer.

E digamos que eu estou aprendendo muito bem.

4 comentários:

~s2 Thá s2~ disse...

nossa..

acabou com ele!

rsrs

amo voce dan dane!

=)

:*

Bion disse...

Sempre versos altamente declarados!

Muito bom! =D

Rafael Barbosa disse...

hahahah Acredite, eu era gordinho e com espinhas, muitas espinhas diga-se de passagem. hahahahahhahaha

Fases da vida né?? hauhauhahuuha
Se não fosse por elas, não teria metade das histórias que tenho pra contar ainda no blog!

Isso ae, como no AA, um dia depois do ooutro, é a melhor forma de superar um "vício"!

bjoo!!

Elza disse...

Ahh as indiretas são poderosas, costumo usar muito elas!!
Pena que só dói na gente!
bom final de semana
=]